DFC

DFC


01- Fala ai DFC´s! Sei que você Tulio está na formação desde o início da banda, mas e o resto da gangue, quem são? E acho que sempre toda banda tem que responder isso se não, não é entrevista, mas por quê DFC? Rs*
Além de mim, o Miguel (guitarra) tambem é da primeira formação e o Leo (baixista) entrou em 1997. De novo mesmo só tem o batera Jão que entrou agora no lugar do Renzo que mudou pro Rio.
A sigla DFC significa Distrito Federal Caos, mas esse significado varia dependendo da hora e do lugar hehehe

02- Como está sendo o trabalho em cima do disco “O Mal Que Vem Para Pior” e qual a repercussão que ele está tendo?
Muito boa! Esse disco soou o mais perto do que a gente sempre procurou fazer e ficamos muito satisfeitos com tudo. O publico recebeu muito bem tambem. No geral não muda muita coisa dos trabalhos antigos do DFC embora esteja mais bem gravado e mais rápido. A primeira prensagem já era há algum tempo e a gravadora 53HC vai fazer mais em breve.

03- Como está esse ano para o DFC e quais são os planos para até o final do ano?
Já temos um material inédito gravado para um novo split com o Merda que deve ser lançado numa parceria Laja/53HC. Tem um 4way também quase pronto pra sair. De planos até o fim do ano eu pretendia trocar de carro, mas não tenho dinheiro. Fora isso é tocar, tocar e tocar.

04- E sobre essa turnê aqui para São Paulo, deixe-nos a par!
Na verdade a turnê começa em SP, dura o mês quase todo e acaba no RJ. Pra SP o Oscar (Calibre 12) deu uma força tremenda pra nós e fechamos as datas passando por Santos, Campinas e também um dia no Hangar 110. Já faz algum tempo que não aparecemos por aí então preparamos um set-list monstro com 50 músicas de todos os nossos 6 discos. Pode saber que vai ser quebradeira total, marretada nos peito e vai sobrar muita voadora Alá Lindomar.

05- O DFC aqui em São Paulo sempre recebeu um rótulo de banda machista e coisas do gênero, por sempre ser sarcástico nas letras, inclusive com relação a temas sexuais. O que vocês acham desses rótulos impostos pela “cena”?
Meu, quando começamos muita gente não entendeu algumas letras nossas que falavam de machismo. São as letras mais escrotas do mundo e é isso mesmo que a gente queria mostrar: a escrotidão da coisa. Quem nos conhece sabe que não somos machistas, nem sexistas, nem ista algum. Já fiquei muitas horas da minha vida explicando isso ao vivo e em entrevistas e mermão, na boa, hoje 13 anos depois quem ainda insiste em nos chamar de machista ou é muito burro pra não entender o sarcasmo das letras ou é porque não tá afim de entender mesmo. Que se fodam.

06- Como está a cena em Brasília, que sempre foi indicada como o berço das bandas de suceso? Hahaha
As bandas de sucesso devem estar bem, o Capital Inicial deve estar vendendo horrores e ganhando milhões hehehe… Falando sério hehe, a cena aqui está com muita banda boa embora sem tanto público, espaço e divulgação quanto tinha no passado. Quem tiver oportunidade não deixe de ouvir bandas como Lesto!, Terror Revolucionário, Poena, Innocent Kids, Macakongs 2099, ARD, xLinha de Frentex, Possuido Pelo Cão, Besthöven, Violator, Death Slam, Galinha Preta, Utgard Trolls e várias outras que você certamente não irá se arrepender.

07- Hoje o hardcore está em alta, só que sabemos que o segmento punkrock e hardcore old school não esta no mesmo barco que o “EMO”. Isso é bom o ruim? E será que essas bandas que estão alcançando a mídia vão colaborar em divulgar as outras vertentes do hardcore?
Isso depende muito. Acho que todo mundo tem direito de fazer o som que quiser, não importa se for ser Emo ou Old School, o importante é que a banda toque porque gosta e porque acredita no hardcore e não por causa de dinheiro ou por modismo, pois é essa escolha que é divulgada com a banda, independentemente do tipo do som.

08- Vocês estão satisfeitos com a política aí em Brasilia?
Com certeza. É um prazer morar ao lado de corruptos filhos da puta eleitos em todo território nacional. São uma fonte inesgotável de inspiração pra várias de nossas letras.

09- A internet se tornou a principal ferramenta do hardcore nesses últimos anos, o DFC pensa o quê disso?
Concordo plenamente, a internet é a invenção mais punk do ser humano. Sem censura e sem distinção, onde você tem espaço pra se expressar do jeito que quiser. Um lugar onde a página da sua distro de garagem fica lado-a-lado com uma major multinacional. É a ferramenta mais D.I.Y. que existe, sua porta pro mundo está aberta e só depende da sua atitude.

10- Na vitrola e no criado mudo: o que vocês estão lendo e ouvindo ultimamente?
Caralho… ouvindo tanta coisa: Municipal Waste, Varukers, Slayer, Carcass, DFA, Hirax, Galinha Preta, The Neighbors… Agora ler, tô lendo o manual avançado de Action Script…

11- Rápidas:
Sexo: Muito bom.
Mulher: Muito bom também.
Droga: Tem quem goste.
Lula: Eu não gosto.
Brasília: É uma merda, mas é minha casa.
São Paulo: Muitos amigos.
Palco: Prefiro no chão.
DFC: Soco no olho.

12- Fiquem a vontade agora, o espaço é de vocês !!!! Abraços!
Agradeço a você pela oportunidade e pela força. Visitem nosso site http://www.dfchaos.tk e mandem emails para dfchaos@yahoo.com.
Abraço pra todos e apareçam nas missas-negras da nossa mini-turnê!

Clique para assistir um vídeo incrível do DFC produzido pela Pepa Filmes: http://www.acessounderground.com/.

***Clique aqui para adquirir agora o CD do DFC “O Mal que Vem Para Pior”***